Sobre

Nos Caminhos do SUP

Conhecendo o mundo numa prancha de stand up paddle

Do Kilimanjaro à profundeza de um vulcão submerso no Havaí, sempre viajei em busca de aventuras. Mas quando conheci o Stand Up Paddle, praticamente deixei o resto de lado para me dedicar apenas a esse esporte. O SUP é uma das melhores maneiras de conhecer lugares diferentes! O stand up é lento em relação a outros meios de transporte e, por isso mesmo, tem o ritmo perfeito para observar e absorver. Além disso, com ele podemos chegar tão perto da costa que dá para admirar com calma cada pedra, árvore, peixe, tartaruga e golfinho que passa pelo nosso caminho. Sempre vendo de cima e remando em pé.

As travessia mais legais e inusitadas que fiz foram:

  1. Atravessei a fronteira do Canadá para os EUA
  2. Dei a volta completa na Ilha Grande, em cinco dias
  3. Remei com leões-marinhos em Galápagos
  4. Atravessei a temida Ponta da Juatinga
  5. Remei nos canais de Amsterdã

Em todos lugares que vou acho um spot interessante para remar. E sempre escrevo aqui no Caminhos do SUP!

Me escrevam se tiverem dicas, críticas e sugestões.

Acompanhem e boas remadas!


Daniel Aratangy