Loading...
TRAVESSIA DE STAND UP PADDLE NO RIO DE JANEIRO
água doce ilha mar rio RJ sup urbano travessia

Veneza Tropical?

Travessia nas Ilhas Tijucas e Gigoia, na cidade do Rio de Janeiro

SUP Bar Tijucas
Caminho entre o SUP bar e o rio da Praia da Barra

Mais ou menos dois anos atrás, muitos amigos e leitores desse site me escreveram para contar das ilhas Tijucas, no Rio de Janeiro.

Saíram matérias na Veja Rio, no Globo, na Folha de São Paulo e em vários programas de televisão.

Parecia que, de uma hora pra outra, todo mundo tinha resolvido remar lá. Eu li tudo o que pude e vi todas as fotos. Que lugar incrível! E tão perto da cidade!

SUP Rio de Janeiro RJ Brazil
Muitos praticantes de Stand Up no caminho até as Ilhas Tijucas

Supreendentemente, foi olhando as imagens de satélite que descobri, ali do lado, um lugar ainda mais intrigante. A ilha Gigóia. Tão escondida que nem mesmo os cariocas conhecem. É um verdadeiro bairro, cheio de casas, restaurantes e lojas, cercado por água doce (do rio que desemboca na Praia da Barra). Os 3 mil habitantes vivem isolados de tudo, não sofrem com os problemas de segurança da Cidade Maravilhosa, por exemplo. E gostam de falar que vivem na Veneza tropical.

Chegando na Ilha Alfavaca, a mais famoso do arquipélago das Tijucas
Chegando na Ilha Alfavaca, a mais famoso do arquipélago das Tijucas

Demorei, mas consegui um dia para conhecer as ilhas. Na manhã de um sábado nublado, inflei minha prancha no canto da Praia da Barra, onde tem um bar chamado SUP e várias guarderias, que cuidam de centenas de pranchas. Nesse ambiente tão amigável, achei que seria fácil conseguir quem guardasse a mochila e a bomba do stand up. Mas ninguém queria me ajudar. Quando já estava desistindo, um senhor se solidarizou. Foi por pouco.

Caique passa pelo "corredor" de pedras, na ilha Alfavaca
Caique passa pelo “corredor” de pedras, na ilha Alfavaca

Entrei pelo rio e segui em direção ao mar. Na foz, algumas ondas quebravam e tive que remar sentado para não cair. Logo avistei as Ilhas Tijucas e alguns grupos de praticantes de SUP. Cheguei rapidinho na Ilha Alfavaca, a mais famosa. Lá tem um estreito “corredor” de pedras onde as melhores fotos costumam ser tiradas. A vista é mesmo espetacular. Pena que não tava sol.

Vista da cidade e a Pedra da Gávea
Vista da cidade e a Pedra da Gávea

Dei um rolê por ali, sempre cruzando com companheiros de SUP e caiaque, continuei até a Ilha Pontuda e dali de volta para o rio. Subi passando pelo quintal de muitas casas, alguns clubes, por baixo de pontes e ao lado de algumas empresas, e até por uma concessionária de carros. Isso que é SUP urbano.

Concessionária de carros na beira do rio que leva à Ilha Gigoia
Concessionária de carros na beira do rio que leva à Ilha Gigoia

O rio parecia cada vez mais poluído. Tinha muito lixo boiando e a cor da água assumiu um tom verde radioativo. Deve ser por isso que não vi mais ninguém remando, só alguns barquinhos e jet-skis. Me concentrei então para não cair da prancha.

Passando sob pontes e tomando cuidado para não cair da prancha
Passando sob pontes e tomando cuidado para não cair da prancha

Mais adiante cheguei na Ilha Gigóia. Dei a volta completa e parei num restaurante. Enquanto meu almoço era preparado, fui conhecer as ruelas do bairro a pé. Realmente tem de tudo lá. Vi um supermercado e alguns salões de beleza.

Casa típica da Ilha Gigóia, no Rio de Janeiro
Casa típica da Ilha Gigóia, no Rio de Janeiro

Depois do almoço, voltei para o ponto de partida. A correnteza tava muito forte, vindo da direção contrária. Remei com força total, mas um pouco antes de chegar me desconcentrei e caí no rio. Felizmente, ali a água tava bem misturada com a do mar. Mas fiquei ressabiado, mesmo assim. Guardei a prancha e rapidinho achei um lugar pago para tomar banho. Dez reais pra me deixar tranquilo. Ufa!

Uma das ruas principais da Ilha Gigóia
Uma das ruas principais da Ilha Gigóia

Distância = 13 km

Duração = 3 horas e 10 minutos de remada

Vento mar = sem vento

Ondas = pequenas, sem direção definida

Vento rio = fraco, a favor na ida e contra na volta

Correnteza rio = morta na ida e contra (forte) na volta

Cidade = Rio de Janeiro – RJ

Mapa da travessia de satand up da Praia da Barra até as Ilhas Tijucas e Gigóia
Mapa da travessia de satand up da Praia da Barra até as Ilhas Tijucas e Gigóia

 

Mais sobre o Estado do Rio de Janeiro = Veja Aqui

Texto e fotos: Daniel Pluk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *