ilha mar SP travessia ubatuba

Ubatumirim, Justa, Surutuba e Estaleiro


Travessia SUP entre ilhas e praias desertas de Ubatuba
Canto direito da Praia de Ubatumirim, em Ubatuba

A travessia começou em Ubatumirim, uma das praias mais ao norte de Ubatuba, perto da divisa com o município de Paraty. A floresta nessa região é super preservada, com poucas casas e quase nenhum comércio. Apesar de ser uma praia gigante, lá não há ruas e a população local usa a faixa de areia como via de locomoção. O aumento da movimentação de turistas fez com que a praia ficasse tomada de carros, nos feriados prolongados e nas férias de janeiro. Por isso, de uns anos pra cá, delimitaram uma faixa estreita da praia pra servir de rua. E é justamente o pedaço de areia mais fofa. Quem não tem a manha (ou um veículo 4×4) acaba atolando o carro ali. No dia dessa remada, vi três carros atolados, que era mais ou menos a metade de todos os carros que estavam lá. É um desafio que faz a aventura começar bem antes de subir na prancha.

Praia da Justa, colada na Praia de Ubatumirim
Primeira Parte da Remada de SUP de Ubatumirim à Praia da Justa

Saindo do canto direito de Ubatumirim, logo chegamos na Praia da Justa. Elas ficam tão perto que na maré baixa dá para ir andando de uma para a outra. Nesse dia a maré tava começando a subir. Já era meio da tarde e sol tava baixando. A luz batia de lado nas árvores e pedras da costa. Mesmo tendo remando apenas poucos minutos, fizemos uma parada ali pra curtir o visual.

Remando de Stand Up Paddle pelas praias do norte de Ubatuba
Preservação da Natureza

Subi o drone pra fazer imagens enquanto meu amigo Rodrigo, morador de Ubatuba, remava de Stand Up Paddle de uma ponta a outra da Praia da Justa. O cenário, com a Ilha do Maracujá e a Praia de Ubatumirim no fundo, é impressionante. Já fui muitas vezes ali, mas sempre fico impactado com a exuberância da natureza. Por um lado, penso que é um lugar tão especial que deveria ser secreto, para ninguém estragar. Por outro, quero acreditar que quanto mais gente conhecer essa beleza, mais aliados teremos na luta pela preservação. Afinal, é impossível não ser afetado por tanta perfeição.

Praia da Justa, Ilha do Maracujá e Praia de Ubatumirim
Pequenina Praia de Surutuba

Continuamos pela costa, remando perto das pedras, para ver cada detalhe daquele caminho. Menos de 1 km depois, chegamos na Praia de Surutuba, uma das menores de Ubatuba. Ela tem aproximadamente 12 metros de largura. É cercada de árvores altas que impedem a entrada da luz do sol, pelo menos no horário em que estávamos lá. Parece que há uma trilha da Praia da Justa para Surutuba, que dizem ser difícil de fazer, por ser pouco utilizada.

Uma das praias menos conhecidas de Ubatuba, a Praia de Surutuba
Projeto SUP nas 102 Praias de Ubatuba

Essa foi a primeira vez que fui à Praia de Surutuba. Adoro conhecer praias novas, mas as de Ubatuba estão quase acabando. Quem acompanha o Caminhos do SUP sabe do meu projeto de remar em todas as 102 praias da cidade e, com a saída dessa da lista, agora faltam apenas doze. Vou informando por aqui o andamento desse projeto. Acompanhem!

Ilhas de Ubatuba

De lá, dá pra ver um monte de ilhas. Aliás, esse é o pedaço com mais ilhas, ilhotes e parcéis de Ubatuba. E resolvemos seguir em direção a elas. Primeiro passamos pela Ilha Redonda e depois demos a volta completa na pequena Ilha da Pedra. O sol tava quase se pondo, deixando a luz amarelada, e aproveitei pra fazer umas fotos com a gopro.

Continuando a remada, entre ilhas de Ubatuba
Praia do Estaleiro

Apontamos nossas pranchas de SUP para a Praia do Estaleiro até chegar bem perto da areia. Então viramos quase 90 graus e passamos a remar paralelamente á praia, o mais próximo possível da areia, antes da rebentação. As ondas vinham do lado esquerdo, fazendo a prancha balançar. Passamos a barra do Rio Ubatumirim, sentido a turbulência da movimentação das águas, e continuamos pela Praia de Ubatumirim até onde o carro estava estacionado, sob a sombra de uma árvore centenária.

Ilha da Pedra, em frente à Praia do Estaleiro
Fim da Travessia de Stand Up Paddle em Ubatumirim

Nos últimos 50 metros me desconcentrei e uma onda me derrubou no mar. Como já estava molhado, aproveitei pra tentar pegar umas ondas com a prancha e cheguei no carro surfando. Foi uma travessia maravilhosa, do começo ao fim. Tá aí uma remada curta que vale a pena fazer com calma, curtindo o caminho e parando nas ilhas e praias paradisíacas.

Mapa da travessia de SUP em Ubatuba
DADOS DA TRAVESSIA DE SUP EM UBATUBA

Distância = 8 km

Tempo = 1 horas e 30 minutos

*esse é apenas o tempo de remada, sem incluir as paradas no caminho

Cidade = Ubatuba, SP


COMO CHEGAR EM UBATUMIRIM

O acesso para a Praia de Ubatumirim se dá por uma estrada de terra que sai do km 19 da Rodovia Rio-Santos.


COMO CHEGAR NA PRAIA DA JUSTA

Remando de Ubatumirim dá menos de dez minutos. Para quem vai a pé, tem uma trilha que sai do canto direito de Ubatumirim ou, na maré baixa, dá pra ir andando pela areia mesmo.


COMO CHEGAR NA PRAIA DE SURUTUBA

Há uma trilha que sai do canto direito da Praia da Justa, mas dizem que ela está bem fechada por causa do pouco uso. Pra quem vai remando, é um trajeto bem curto e sem ondulações partindo da Praia da Justa.

Texto e fotos: Daniel Aratangy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *