Loading...
sup represa paraibuna
água doce represa SP travessia

Silêncio na Represa

Travessia na Represa de Paraibuna

sup represa paraibuna
Remando perto das árvores submersas da represa de Paraibuna

 

Entre uma remada e outra, busco na internet lugares interessantes para conhecer de Stand Up. Quanto mais desabitado, isolado e preservado, melhor. Assim vou viajando pelo Google Maps, procurando áreas de mata abundante, de difícil acesso, sem pessoas, ou com comunidades que ainda não sofreram a pasteurização do mundo globalizado.
 

represa de paraibuna sp
Represa de Paraibuna, em Redenção da Serra

 

O local que escolhi para remar dessa vez, uma península em Redenção da Serra, na Represa de Paraibuna, parecia exatamente o que queria. Para chegar lá, tinha que pegar uma série de rodovias cada vez menores, até entrar num emaranhado de estradas de terra que cruzam as fazendas da região. Depois de muitas bifurcações, chegaria à enorme mancha verde que, nas imagens de satélite, parecia ser uma remanência da Mata Atlântica.
 

stand up paddle paraibuna
SUP na represa de Paraibuna, próximo a Redenção da Serra e Natividade da Serra

 

Outra característica que me interessou ali foi a geografia peculiar. O ponto de partida fica num istmo tão estreito que praticamente transforma a península numa ilha. É uma faixa de chão com largura pouco maior que meu carro, que separa duas porções grandes de terra. Assim, poderia sair remando de um lado e voltar pelo outro, sem a monotonia de ir e vir pelo mesmo caminho.
 

paraiuna represa
Lá embaixo e istmo que usei como ponto de partida e chegada

 

stand up represa paraibuna
Remando de stand up contra o vento muito forte da Represa de Paraibuna

 

Foi exatamente isso que fiz num dia de sol de outubro. Me perdi algumas vezes, mas consegui achar o local que tinha visto apenas na tela do computador. Estacionei o carro naquela faixa com água dos dois lados, inflei a prancha e segui por quase três horas em volta da península.
 

stand up paraibuna
Remada de SUP próximo a Redenção da Serra e Natividade da Serra

 

No caminho, não cruzei com nenhum barco, nem pessoa, peixe ou pássaro. Um silêncio sem fim. Procurei pela floresta de mata nativa, mas descobri que aquela mancha verde não passava de uma imensa plantação de eucalipto. Da Mata Atlântica vi apenas a copa das árvores mais altas que foram submersas na construção da represa. O cenário tinha um clima apocalíptico, de filme de ficção científica, como se eu fosse último animal do planeta Terra.
 

sup na represa
Silêncio total na remada da stand up paddle, no interior paulista

 

Enquanto descansava numa das árvores ilhadas, lembrei de outra remada que fiz nessa mesma represa. Lá ainda tem muita vida porque está dentro do Parque Estadual da Serra do Mar (você pode ler o relato aqui). Enfim, foi interessante conhecer esse outro lado e pretendo voltar. Algumas semanas depois, fui para o Rio de Janeiro de avião e passei bem em cima dali. Reconheci o lugar que remei e achei novos pontos para explorar no futuro.
 

floresta submersa
Descansando de remar contra o vento na Represa de Paraibuna

 

aerea-represa-de-paraibuna
A vista que tive do avião, com a localização exata do ponto de partida da travessia de stand up

Distância = 13 km
Duração = 2 horas e 40 minutos
Vento = forte e muito forte – metade do caminho a favor, outra metade contra
Cidade = Redenção da Serra – SP
Como chegar = Pegar a Rodovia Dutra. Na altura de Taubaté pegar a Rodovia Oswaldo Cruz. Antes de São Luis do Paraitinga pegar a Rodovia SP-121. No km 22,5 pegar estrada de terra que sai ao lado de um pesque e pague. Seguir sempre em frente, passando por três porteiras.
Travessias Relacionadas = SUP em Paraibuna 1 / SUP na raia da USP
 

mapa-sup-represa-de-paraibuna
Mapa da travessia de SUP na Represa de Paraibuna, próximo a cidade de Redenção da Serra
 
Texto e fotos: Daniel Pluk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *