Loading...
SUP maranduba stand up
água doce ilha mar rio SP travessia ubatuba

Stand Up da Maranduba à Caçandoca

Travessia de rio e mar em Ubatuba – SP
 
SUP maranduba stand up
Ilha da Maranduba e o mosteiro misterioso

Em um dia de semana sem muito movimento, aproveitei para fazer uma travessia que “namorava” há algum tempo: fui às praias da Maranduba e Caçandoca, que ficam cheias de gente aos finais de semana. Saindo da estrada Rio-Santos, entrei no bairro da Maranduba em busca do ponto perfeito para ingressar no rio. Para encontrá-lo, tinha feito antes uma busca no Google Maps, mas não deu certo. O espaço sem casas nem mata fechada que tinha visto do satélite era muito íngreme e não daria pra descer com a prancha. Os moradores sugeriram que tentasse um lugar mais próximo ao mar, mas o que eu queria era justamente dar uma volta grande no rio. Finalmente encontrei um ponto mais acima, em uma estrada de terra que ia direto à agua.

 
img_4092a
Rio Maranduba de Stand Up Paddle
Para não deixar o carro no meio da rua estreita, um morador ofereceu sua casa para eu estacionar. Tirei a prancha de Stand Up e carreguei até o rio. Mesmo no meio do bairro, as margens são bem arborizadas e quase não se ouve o barulho dos carros. Vi muitos pássaros, alguns pescadores, passei sob pontes (inclusive sob a Rio-Santos) até chegar na foz. Algumas ondinhas e vento fraco contra atrapalharam, mas nada muito complicado.
 
img_4002a
Pescadores no Rio Maranduba
img_4003a
Barco de pescador no Rio Maranduba
Remei até a Praia do Pulso, onde desci para dar uma volta. O condomínio fechado tem um gramado comunitário superbonito de frente pro mar. Gostei bastante da arquitetura de algumas casas, mas o que chama mesmo a atenção é o mosteiro com estilo medieval no alto da encosta. Ele ocupa um terreno de quase 9 mil m² e pertence a dissidentes da TFP (ramificação ultraconservadora da igreja católica) chamados Arautos do Evangelho. A construção destoa totalmente do cenário tropical. Além disso há muito mistério sobre o grupo religioso. Dizem que é financiado por uma corporação imobiliária americana e até que há um plano de transformar o mosteiro num resort temático.
praia do pulso maranduba stan up
Praia do Pulso em Ubatuba
sup praia do pulso ubatuba
SUP na Praia do Pulso
Mistérios à parte, voltei pra prancha de SUP e remei até a Praia da Caçandoca, onde existe uma comunidade quilombola. Minha intenção inicial era desembarcar na praia, mas vi um grupo de golfinhos e resolvi segui-los. As ondas ficaram cada vez maiores, mesmo estando bem afastado da praia. Os parcéis (pedras enormes no meio do mar) faziam as ondas quebrarem e tive que me concentrar pra não cair. Vi os golfinhos subirem e descerem muitas vezes mas não consegui fotografá-los.
 
mosteiro misterioso ubatuba maranduba
Mosteiro dos Arautos do Evangelho – arquitetura medieval no meio da Mata Atlântica
Cansei de remar contra as ondas e o vento e resolvi voltar, dando a volta na Ilha da Maranduba. No lado virado pra dentro há uma praia pequena e bonita.  No canto, ao lado das pedras, achei uma bica de água doce, limpa o suficiente para matar minha sede.
 
ilha maranduba
Praia na Ilha da Maranduba
Descansei um pouco e segui até a entrada do rio, mais surfando que remando. Continuei rio acima até o ponto de partida, finalizando minha travessia.
 
00-sup-maranduba-cac%cc%a7andoca
Travessia de stand up paddle do Rio Maranduba até a Praia da Caçandoca, em Ubatuba
Distância = 13 km
Duração = 2 horas e 30 minutos
Vento no rio = sem vento
Vento no mar = fraco até a Praia do Pulso e forte depois da Praia do Pulso, vindo do oceano
Ondas = fracas em quase todo o trajeto e fortes entre a Praia do Pulso e a Ilha da Maranduba, vindas do oceano
Cidade = Ubatuba
Texto e fotos: Daniel Pluk
 
 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *