Loading...
02-pranchas-de-stand-up-paddle
dicas

SUP pranchas, equipamentos e acessórios

Alguns leitores têm pedindo para eu falar um pouco sobre pranchas e equipamentos de Stand Up Paddle. O leitor Celso Nardi sugeriu que eu contasse sobre os equipamentos que utilizo nas minhas travessias e achei uma ótima ideia.



Pranchas de Stand Up Paddle

 

Segue a lista com explicações:
1. Prancha de Stand Up Paddle inflavél Tower
 
Com 9’10” de altura , 32″ de largura e 6″ de espessura, essa foi a primeira prancha que eu comprei e é, de fato, uma ótima prancha para quem quer começar. Ela é muito estável e fácil de manobrar. Muito fácil de encher, aguenta até 15 psi de pressão e fica muito dura, quase como uma prancha rígida. As remadas não rendem tanto, mas para quem não tem pressa de chegar ela é ótima. Foi com ela que fiz quase todas as travessias que publiquei no site até agora.
Para mais informações, veja o site da Tower Boards.
2. Prancha de Stand Up Paddle inflável Brazzos
 
Com 12’6″ de altura, 30″ de largura e 6″ de espessura, esse modelo é chamado de race pelo fabricante. Realmente é uma prancha muito rápida. Já dei umas voltas numa de um amigo e pude comparar com a prancha da Art in Surf. Ela é ligeiramente inferior. No vento contra perde um pouco em rendimento. No vento a favor perde mais em rendimento. Mesmo assim penso em comprar uma dessas para viagens de avião.
Mais informações no site da Brazzos.

3. Prancha de Stand Up Paddle rígida Art In Surf
 
Com 12’6″ de altura, 31″ de largura e 7″ de espessura, essa prancha comprei há pouco e ainda não fiz muitas travessias com ela. De qualquer forma, já percebi que é muito mais rápida que a anterior. Rende muito. E ainda é uma prancha bem estável. Só não é tão fácil de manobrar. O bico tem um desenho em “V” como as proas dos barcos, que ajuda a cortar as ondas sem ficar arrastando. É ótima para quem quer passear, fazer travessias com conforto, sem se preocupar em chegar primeiro. Para os que querem velocidade acima de tudo, recomendo as pranchas Race menos largas e menos espessas.
Mais informações no site da Art In Surf.
Acessórios para a prática SUP travessia

 

4. Mochila Quechua
 
Levo sempre essa mochila com todos meus equipamentos dentro, além de água, protetor solar e alimentos. Apesar de ser uma mochila, não a utilizo nas costas porque incomoda na remada. Prefiro amarrar na prancha.
Mais informações no site da Quechua.
5. Bolsa Impermeável Tribord
Sempre levo o celular nessa bolsa que aguenta bem ficar submersa por poucos minutos. Não arrisco mergulhar com ela. O celular serve para gravar o percurso no Sports -Traker, para chamar ajuda em caso de emergência e para fotografar. A maioria das travessias postadas até agora só tiveram fotos de celular. Antes eu tinha uma caixa estanque específica para iPhone (da LifeProof) que funcionou muito bem por um tempo, mas deu uma vazada recentemente e resolvi não usar mais. O problema dessa bolsa da Tribord é que só dá para fotografar com o celular fora dela.
Mais informações no site da Tribord.
E aqui da caixa estanque LifeProof.
6. Caixa estanque Tribord
 
Uso para levar documentos, chaves e dinheiro. Não tem tamanho suficiente para o celular.
Mais informações no site da Tribord.
7. Câmera Canon PowerShot D20
A câmera aguenta até 40 metros de profundidade. Foi uma aquisição do fim de ano e as fotos de Alagoas já são dela. Apesar de ter 12mp de resolução as imagens não são tão boas porque o sensor é muito pequeno. Mesmo assim produz fotos bonitas dos lugares que visito.
Mais informações no site da Canon.
8. Câmera filmadora GoPro Hero 3+ Black Edition
Essa é minha mais nova aquisição e ainda não foi utilizada. A câmera é muito prática, feita para esportes de aventura, consome pouca bateria e é bem pequena. Não tem como regular a exposição, mas o automático dela é eficiente. Tem vários acessórios para prender na prancha e na roupa. Não acho boa para fotografar por ter uma lente muito grande-angular.
Mais informações no site da GoPro.
É isso. Se vocês tiverem alguma dúvida, podem escrever aqui em comentários que eu respondo em seguida.
Texto e fotos (dos acessórios): Daniel Pluk

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *