mar SP travessia ubatuba

Praia das Sente Fontes


Para quê se enfiar numa escuna lotada de gente se você pode ir remando ou andando?

A Praia das Sete Fontes é mesmo um lugar especial. E, por isso, é um dos destinos mais visitados pelos barcos de passeio de Ubatuba. Na alta temporada a praia fica tomada de turistas. Os bares locais, enfileirados, um do lado do outro, aproveitam para faturar a grana do ano inteiro.

Praia das Sete Fontes com suas poucas casas, num dia sem movimento de escunas

Para quem conhece a praia fora dessa época, é uma decepção encontrar a Sete Fontes assim lotada. Por isso, recomendo que chegue na praia de outra maneira. Pode ser remando, como eu, ou andando pela trilha que sai do Saco da Ribeira. Assim, o caminho vira uma aventura e o contato com a natureza, o silêncio e a paz são garantidos.

Parei no canto direito da Sete Fontes, bem na frete da gruta da praia
Remando de Stand Up Paddle na Praia do Lázaro

Meu passeio começou de carro, dirigindo até a Praia do Lázaro. Parei num estacionamento com ducha e banheiro que cobrava 20 reais a diária e ficava a poucos passos da areia. Preparei meu equipamento e joguei a prancha na água. No Lázaro, o mar é uma piscina de tão calmo. O vento também não entra ali e dá pra avançar rápido com o SUP.

Domingas Dias e Praia do Lázaro: ponto de partida da travessia de Stand Up Paddle
Usando a backwash a favor

Virando a ponta do Lázaro, o vento começa a bater contra, mas, pelo menos no dia em que fui, o vento tava bem tranquilo. As ondulações também apareceram, principalmente quando entrei na baía da Praia da Sununga. E ali rola aquele fenômeno do backwash, que as ondas vêm do oceano, batem no paredão de pedra e voltam. Dá pra usar isso a seu favor. Mesmo com as ondas contra, o backwash te impulsiona para frente. É só se posicionar no lugar certo. Foi o que fiz e logo estava na Praia das Sete Fontes.

Praia das Sete Fontes bem vazia, sem o movimento dos barcos turísticos

A praia tava quase vazia. Parei no canto direito, onde não tinha ninguém. Aproveitei pra descansar os braços, comer uns snaks e me hidratar, tomando bastante água. Por acaso, o lugar em que parei era bem na entrada da gruta da praia. É uma caverna bem pequena, enfiada entre as pedras e uma rampa de concreto. Para entrar tem que agachar e ir meio abaixado.

Mesmo com o movimento das escunas, a Praia das Sete Fontes é uma das mais preservadas de Ubatuba

Subi o drone para fazer umas fotos. Apesar do sol estar indo e voltando, deu pra fazer belas imagens. Ali do alto dá pra ver o Saco da Ribeira e a Praia do Flamengo, que são o ponto de saída e a parada da trilha que chega na Sete Fontes.

Vista da Praia do Flamengo, por onde passa a trilha que vem, do Saco da Ribeira
Voltando para a Praia do Lázaro

Voltei pra prancha de Stand Up e comecei a remar de volta. Agora, peguei vento e ondas a favor. Na baía da Sununga fui mais afastado da costa, pra evitar o backwash e aproveitar ao máximo as ondulações que me empurravam pra frente. Assim, a volta foi bem mais rápida do que a ida.

Mapa da travessia de SUP em Ubatuba
DADOS DA TRAVESSIA DE SUP EM UBATUBA

Distância = 8,1 km

Tempo = 1 hora e 20 minutos

*esse é apenas o tempo de remada, sem incluir as paradas no caminho

Cidade = Ubatuba, SP

ALUGUEL DE PRANCHA DE STAND UP NA PRAIA DAS SETE FONTES

Na lata temporada, feriados e finais de semana há aluguel de prancha na própria Praia das Sete Fontes. Outra alternativa é alugar na Praia do Lázaro e ir remando (é preciso ter experiência).

COMO CHEGAR NA PRAIA DAS SETE FONTES

Os melhores jeitos de chegar na Praia das Sete Fontes são remando e andando.

Pelo mar é mais fácil sair da Praia do Lázaro. Por trilha, o caminho começa no Saco da Ribeira e passa pela Praia do Flamengo.

Texto e fotos: Daniel Aratangy

6 Responses

  1. Realmente é muito bonita, já fiz esta travessia de SUP saído da Praia de Perequemirim, Santa Rita, Lamberto, Ribeira, Dionisia, Flamengo, Flamenguinho, Sete Fontes, Gruta do Pirata, Sununga, Lázaro, Domingos Dias…ida e volta, foi osso, mas valeu muito, total de 6 horas, parando em todas as praias.

  2. Bom dia Daniel. Gosto de vir aqui e ler seus relatos das remadas.

    Algumas semanas atrás, fui remar no rio Paranapanema, onde foi uma das minhas remadas mais legais que já fiz. No trajeto realizado, passei por 3 cachoeiras incríveis.
    Há 2 locais para deixar o carro, no camping municipal, cada um de um lado da represa. Timburi e Ipaussu.

    Vale muito a pena ir lá.

    Abraço.

    1. Opa, valeu demais pelo incentivo!!!
      Fiquei interessado nessa remada aí. Fica em qual cidade?

  3. Oi tudo bem ? Já fez essa da praia do ribeira pra 7 fontes ? É fácil para quem é iniciante? Obrigada

    1. Oi, Vanessa. Tudo bom?
      Da ribeira até a Sere Fontes é mais longa e mais difícil que ir da Praia do Lázaro.
      Já que vc é iniciante, recomendo começar pelo caminho mais tranquilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *